terça-feira, 31 de agosto de 2010

Dias como esse


sem um colo pra deitar
sem uma mão pra ajudar
sem consolo
sem paz
sem dó
sem emoção
Aventura?
distração?
decepção
desilusão
Nunca te neguei
sorriso
beijo
abraço

amigo.
Arrancou tudo q te dei
não foi suficiente
não passa
corrói
atormenta
mata

Nesses dias meio assim

tudo está ausente
fora de mim
tudo foi embora com seu sim.
o certo
o errado
o resto
aos pedaços
insistir em
mar
ofrer
iver

Um comentário:

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.